Até não muito tempo atrás o espaço urbano de nossa cidade não era totalmente ocupado. A expansão de Curitiba acontecia com o surgimento de vilas. Acontecia mais ou menos assim, o dono de uma chácara próxima à cidade dividia suas terras em lotes menores, que eram vendidos separadamente. Depois estes conjuntos de lotes recebiam nomes que homenageavam a família do proprietário original. Assim surgiram Vila Guilhermina, Vila Murray, Vila Ismênia e tantas outras que formaram os bairros de Curitiba.

Esquina das ruas Ubaldino do Amaral e Amintas de Barros em 1932. (Foto do site CuritibaAntiga.com - Clique na imagem para saber mais)

A menos de duas quadras do Villa Coworking, na esquina das ruas Ubaldino do Amaral e Amintas de Barros, em 1932. (Foto do site CuritibaAntiga.com – Clique na imagem para saber mais)

Para resgatar um pouco da história de nossa cidade, 10 vilas curitibanas emprestarão seus nomes para espaços do Villa Coworking. Para isso queremos a sua colaboração. Colocamos uma pequena lista abaixo, mas se você lembra do nome de alguma das antigas vilas da cidade deixe um comentário abaixo ou mande um e-mail pra gente! Os mais novos podem conversar com os pais ou avós para ajudar a identificar estes que já foram ícones urbanos de Curitiba. Fotos ou outros registros também são muito bem-vindos!

Algumas das vilas curitibanas “sumiram” do mapa, mas outras acabaram dando nome a alguns bairros famosos da capital. E você, lembra de mais alguma?

  • Vila Isabel
  • Vila Guaíra
  • Vila Fanny
  • Vila Guilhermina
  • Vila Macedo
  • Vila Marisa
  • Vila Hauer
  • Vila Sandra
  • Vila Cubas
  • Vila Morgenau
  • Vila Lustoza

 

No topo da página foto da página Les Paxá mostra o Centro de Curitiba nos anos 50.

Camilo Batiston Prado

Texto de Camilo Batiston Prado

Camilo é publicitário e desde 2010 se dedica à comunicação na web. Depois de 8 anos trabalhando na indústria fundou com outros sócios o Villa Coworking. Hoje, além da Villa, trabalha em projetos de comunicação para empreendedores e pequenas empresas.